Continua após a publicidade

Como fazer uma orquídea florescer de novo e nunca mais precisar comprar outra

Orquídeas são plantas elegantes e encantadoras que podem trazer um toque de sofisticação para qualquer ambiente. No entanto, muitos donos de orquídeas enfrentam o desafio de fazê-las florescer novamente após a primeira floração. Com os cuidados adequados, você pode incentivar sua orquídea a florescer repetidamente, evitando a necessidade de comprar novas plantas. Aqui estão algumas dicas valiosas para garantir que suas orquídeas continuem a florescer ano após ano.

Para evitar ter que substituir essas lindas plantas de interior, é possível fazê-las florescer novamente. O segredo para testemunhar o crescimento de novas folhas: o keiki. Esta última é uma muda presente no caule dessa flor que pode crescer em um vaso de plástico. Permite a floração livre de polinizadores da orquídea. Se não observar nenhum na sua flor , pode sempre cultivá-los para observar uma multiplicação de botões.

Continua após a publicidade

Como cultivar essa muda presente nos caules?

Se você não vir keiki após a floração, poderá cultivá-lo sozinho. Para isso, será necessário cortar o caule logo acima do colo da planta para que a muda possa nascer. Ao notar que ela atingiu de 4 a 5 centímetros, você pode replantar uma orquídea para replantá-la no mesmo vaso. Para um crescimento ideal da planta, você precisará seguir as dicas de cuidados com a planta. Comece cortando até 5 centímetros desse pedaço do caule e depois plante. Para fazer isso, as raízes precisarão ser inclinadas para baixo e levemente cobertas com terra. O caule da flor também deve estar no solo para estimular um novo crescimento. Depois de cultivar esta muda com sucesso, você pode colocá-la em um vaso separado da orquídea inicial.

1. Entenda o Ciclo de Vida da Orquídea: Antes de qualquer coisa, é importante compreender o ciclo de vida da orquídea. As orquídeas passam por períodos de floração e dormência. Durante a fase de dormência, a planta descansa e se prepara para a próxima floração. Saber reconhecer esses períodos é crucial para proporcionar os cuidados certos em cada etapa.

Continua após a publicidade

2. Proporcione a Iluminação Adequada: A iluminação é um dos fatores mais importantes para a floração das orquídeas. Elas necessitam de luz indireta brilhante. Coloque a planta em um local que receba luz solar filtrada, como perto de uma janela com cortina. Evite a exposição direta ao sol, pois pode queimar as folhas. Se a iluminação natural não for suficiente, considere o uso de luzes artificiais específicas para plantas.

3. Controle a Regagem: A regagem adequada é fundamental para a saúde da orquídea. Regue a planta quando o substrato estiver quase seco, mas não completamente seco. Em geral, uma rega semanal é suficiente, mas pode variar conforme o ambiente. Use água à temperatura ambiente e evite o acúmulo de água nas raízes, pois isso pode causar apodrecimento.

4. Mantenha a Umidade: Orquídeas prosperam em ambientes com alta umidade. Se você mora em uma região seca, aumente a umidade ao redor da planta usando um umidificador ou colocando um prato com água próximo à orquídea. Evite borrifar diretamente nas flores para prevenir o desenvolvimento de doenças fúngicas.

5. Adube Regularmente: A adubação regular é essencial para estimular a floração. Utilize um fertilizante específico para orquídeas, seguindo as instruções do fabricante. Em geral, uma adubação quinzenal durante o período de crescimento ativo (primavera e verão) e mensal durante a dormência (outono e inverno) é adequada. Evite o excesso de fertilizante, que pode danificar a planta.

6. Poda Correta: Após a floração, corte as hastes das flores murchas. Isso incentiva a planta a direcionar sua energia para o desenvolvimento de novas hastes florais. Use uma tesoura de poda esterilizada para evitar a propagação de doenças.

7. Repotagem: As orquídeas precisam ser replantadas a cada dois anos para renovar o substrato e dar espaço para o crescimento das raízes. Escolha um substrato adequado, como uma mistura de casca de pinus, carvão vegetal e perlita. Evite compactar o substrato ao redor das raízes para permitir a circulação de ar.

8. Controle de Temperatura: A temperatura também desempenha um papel crucial na floração. A maioria das orquídeas prefere temperaturas diurnas entre 18°C e 27°C e noturnas entre 13°C e 18°C. Algumas variedades precisam de uma queda de temperatura noturna para iniciar a floração. Ajuste a temperatura do ambiente conforme necessário para atender às necessidades da sua orquídea.

9. Atenção às Pragas e Doenças: Monitore sua orquídea regularmente para detectar sinais de pragas, como cochonilhas e pulgões, e doenças fúngicas. Utilize produtos específicos para controle de pragas e trate imediatamente qualquer problema para evitar que a planta fique debilitada.

Fazer uma orquídea florescer novamente requer paciência, atenção e os cuidados certos. Seguindo estas dicas, você pode garantir que sua orquídea floresça repetidamente, proporcionando beleza e alegria ao seu lar sem a necessidade de comprar novas plantas. Com dedicação e carinho, suas orquídeas continuarão a florescer e encantar por muitos anos.

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *